Nosso Blog

Veja outros Posts

Cadastro e Habilitação no SIAFI

Cadastro e Habilitação no SIAFI

O SIAFI E O SISTEMA SENHA.


O Sistema Integrado de Administração Financeira (SIAFI) é o sistema informatizado que contabiliza e controla, em tempo real, toda a execução orçamentária e financeira da União. Para tanto, faz-se necessário que o usuário esteja devidamente cadastrado e habilitado no sistema com sua senha pessoal e intransferível.

Assim, todo e qualquer acesso ao SIAFI é monitorado e controlado.  Logo, a utilização de forma indevida constitui ato infracional ou ilícita que sujeita o usuário à responsabilização administrativa, penal e cível.

A utilização do SIAFI está regulamentada pela Macrofunção SIAFI nº 02.08.02 - ROTEIRO DE CADASTRAMENTO -, cujos efeitos abarcam todas as Unidades da Administração Direta do Governo Federal, incluindo as Unidades dos Poderes Legislativo e Judiciário, bem como as Unidades da Administração Indireta do Governo Federal.


DA SENHA DO SIAFI


O SIAFI possui um sistema complexo de Segurança, Navegação e Habilitação chamado SENHA, cuja atribuição é o controle de acesso e navegação.  Para utilizar o SIAFI, os usuários são habilitados por meio de cadastramento no Sistema SENHA, sendo suas responsabilidades previstas na IN/STN nº 08 de 14 de Dezembro de 1999.  Todavia, para cadastramento no sistema SENHA é preciso o fornecimento de informações como os dados pessoais do operador, a Unidade Gestora na qual está lotado, o nível de acesso e o perfil

O nível de acesso indica o tipo de informações a que o operador pode ter acesso. São previstos os seguintes níveis de acesso para a utilização do SIAFI:


NÍVEL DE ACESSO: Define o grau de consultas do usuário no Sistema.


Nível 1:
acessa todos os dados da própria UG em que esteja cadastrado, tanto em nível analítico, quanto sintético;

Nível 2: acessa todos os dados da UG em que esteja cadastrado, tanto em nível analítico, quanto sintético, assim como os das UG off-line pelas quais realize entrada de dados;

Nível 3: acessa todos os dados de qualquer UG que pertença ao mesmo Órgão/Entidade que a UG em que esteja cadastrado, assim como os dados sintéticos do Órgão/Entidade.

Nível 4: acessa todos os dados de quaisquer UG das quais a UG do operador seja setorial.

Nível 5: acessa todos os dados de qualquer UG pertencente ao mesmo Órgão que a UG em que esteja cadastrado, ou a alguma de suas Entidades vinculadas, tanto em nível analítico quanto sintético, bem como os dados sintéticos do Órgão propriamente dito.

Nível 6: acessa todos os dados de qualquer UG que pertença à mesma Unidade da Federação da UG em que esteja cadastrado.

Nível 7: acessa todos os dados de qualquer UG vinculada àquela em que esteja cadastrado, tanto em nível analítico quanto sintético. Tal vinculação se processa através de tabela de vinculação definida no próprio sistema.

Nível 8: acessa todos os documentos, cujos credores estejam localizados na UF ou no Município, conforme seja a UG uma representação de Estado ou de Município, respectivamente.

Nível 9: acessa todos os dados, analíticos ou sintéticos, de toda e qualquer UG.

Desta forma, podemos observar que a amplitude de acesso vai aumentando, à medida que o nível de acesso vai crescendo, ou seja, o nível 1 está restrito à unidade em que o usuário está cadastrado, enquanto o nível 9 permite que o usuário acesse qualquer Unidade Gestora, Ministério, Órgão ou Entidade.

Destaca-se que a concessão de nível 9, por ser mais amplo, é de competência dos Titulares de Órgãos que se responsabilizam pelo uso adequado da senha pelos operadores indicados e pelo tratamento dado às informações obtidas  no SIAFI. Deste modo, em face dessa responsabilidade e complexidade, faz-se necessário formalizar solicitação ao Secretário do Tesouro Nacional (STN) para cadastramento de nível 9.

Apesar do nível 9 permitir acesso a todas as unidades, isso por si só não é suficiente para que o usuário possa realizar qualquer transação, pois a execução no SIAFI depende da HABILITAÇÃO fornecida mediante PERFIL.  Assim, a Segurança e a Navegação do SIAFI estão atreladas ao NÍVEL e ao PERFIL quando do cadastramento.


Qual a diferença entre nível e perfil?


NÍVEL
– o que o usuário pode enxergar.  Quanto maior o nível mais ele enxerga.

PERFIL - conjunto de transações colocadas à disposição do operador para a realização de suas tarefas. É o que o usuário pode fazer.  

Desta forma, um usuário pode ter nível 9 e não realizar uma ordem bancária em face de não possuir o PERFIL PAGAMENTO.

A MMP oferece um curso presencial e completo, com teoria e prática, sobre SIAFI. Confira informações e a programação aqui.

Espero que esse post te ajude a compreender um pouco mais sobre o tema! Quer conversar mais sobre o assunto? Deixe o seu comentário aqui embaixo ou nos escreva ([email protected]), será um prazer ajudar você!

MMP Cursos

Buscamos sempre o aprimoramento de nosso desempenho a fim de proporcionar qualidade na prestação dos serviços. Assim, poderemos crescer com credibilidade e segurança tornando-nos uma empresa cada dia mais sólida.

Deixe seu Comentário

Assine nossa Newsletter

Categorias

A MMP Cursos iniciou as suas atividades voltadas para a área de ensino no ano de 2011, em Brasília-DF, e possui como finalidade a capacitação, valorização, crescimento e treinamento profissional do pessoal para a melhoria da gestão nas organizações públicas e privadas.

Você também pode se interessar

© MMP Cursos

by nerit